Assembleia de Acolhida a D. João Inácio pelos Organismos da Arquidiocese

Por Setor Imprensa - Redação | publicado em | Arquidiocese

D. João Inácio na Assembleia. Foto de Nathália Luperini/Setor Imprensa

Os Organismos da Arquidiocese de Campinas promovem, na noite de hoje, 12 de julho, uma Assembleia de Acolhida ao Arcebispo Metropolitano, D. João Inácio Müller, no auditório do Instituto Educacional Imaculada. O encontro reuniu cerca de 500 pessoas, entre padres, diáconos, seminaristas, Coordenação Colegiada e Colegiadas das Foranias, representantes de cada Comissão, Equipe, Movimento e Novas Comunidades, Colégios Católicos, autoridades públicas, membros da PUC-Campinas, do Hospital da PUC, do Colégio Pio XII e funcionários da Cúria e do Centro de Pastoral Pio XII.

“Nesse encontro, queremos apresentar a Dom João Inácio, e a todos os presentes, um pouco da história de 111 anos de nossa Igreja Particular, que é o alicerce para as nossas ações de hoje e que projetam, também, o nosso futuro”, falou Mons. José Eduardo Meschiatti, na abertura do evento. O Arcebispo Metropolitano foi saudado com palmas pelos presentes. Após o canto de boas vindas e a menção feita a todos os participantes do encontro, a imagem de nossa mãe e padroeira, a Imaculada Conceição, foi acolhida.

“Estimado Dom João Inácio, nós o recebemos com muita alegria e esperança no Deus que iluminou os caminhos que o trouxeram a essas terras. E é em nome desse Deus, Trindade Santíssima, que nos reunimos nesse momento de festa”, disse Mons. Meschiatti, antes da entrada da imagem.

Padre Edemilson Lovatto foi convidado a conduzir uma breve reflexão do parágrafo 111 da Exortação Apostólica do Papa Francisco Evangelii Gaudium sobre o Anúncio do Evangelho. Diz o Papa: “A evangelização é dever da Igreja. Este sujeito da evangelização, porém, é mais do que uma instituição orgânica e hierárquica; é, antes de tudo, um povo que peregrina para Deus. Trata-se certamente de um mistério que mergulha as raízes na Trindade, mas tem a sua concretização histórica num povo peregrino e evangelizador, que sempre transcende toda a necessária expressão institucional. Proponho que nos detenhamos um pouco nesta forma de compreender a Igreja, que tem o seu fundamento último na iniciativa livre e gratuita de Deus”.

Na seqüência, Felipe Zangari e Camilla Godoy, da Rádio Brasil Campinas, subiram ao palco para apresentar diversos vídeos que contam a história da Arquidiocese, desde sua criação, como Diocese, em 1908.

 

 


Pesquisa



Veja Também

Videos