Padre Silvio Sade Tesche

Padre Silvio Sade Tesche
Capelão do Cemitério da Saudade (Campinas)

Data de Nascimento: 02/12/1952
Ordenação Diaconal: 05/03/1999
Ordenação Presbiteral: 10/10/1999

+55 19 3296.1601

Padre Silvio Sade Tesche nasceu no dia 02 de dezembro de 1952, em Três de Maio, RS, filho de Nelson Sade Tesche e Orlanda Betina Tesche.

Fez o Curso primário no Instituto Educacional São Paulo, IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, de 1959 a 1964; o ginasial no Ginásio Estadual Cardeal Pacelli, de 1965 a 1968; o colegial no Colégio Sinodal – IECLB, em São Leopoldo, RS, de 1969 a 1971; Teologia na Faculdade de Teologia – IECLB, em São Leopoldo, de 1972 a 1976; Mestrado em Augustana Hochscule (Luterana) em Neuendettelsau, Alemanha, de 1977 a 1978; Mestrado em Teologia Prática no Instituto Ecumênico de Pós-graduação de São Leopoldo, em 1991.

Foi ordenado Pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, em 18 de dezembro de 1978, na qual atuou por 18 anos como Membro da Comissão Litúrgica e Membro da “Societas Liturgica”, entidade ecumênica voltada à pesquisa Litúrgica, com sede em Trier, Alemanha.

Em 1996 desligou-se da IECLB, pedindo ingresso na comunhão da Igreja Católica na Arquidiocese de Campinas. Efetuou estudo complementar por dois semestres no Instituto de Teologia da PUC-Campinas, em 1998, para aprofundamento em Eclesiologia, Direito Canônico e Mariologia. Desenvolveu suas atividades pastorais na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, na Pastoral do Batismo, das Exéquias e em outras atividades. Formou-se, também, no Instituto de Direito Canônico da Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção de São Paulo, em nível de Mestrado e trabalhou no Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Campinas, para causas matrimoniais, como auxiliar do Defensor do Vínculo.

Foi ordenado Diácono no dia 05 de março de 1999, por Dom Gilberto Pereira Lopes, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Campinas. Recebeu o Uso de Ordem no dia 16 de março de 1999, para exercer o ministério diaconal na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Campinas.

Recebeu a Ordenação Presbiteral no dia 10 de outubro de 1999, na Catedral Metropolitana de Campinas, pela imposição das mãos de Dom Gilberto Pereira Lopes.

No dia 19 de outubro de 1999 foi nomeado Vigário Paroquial da Catedral Metropolitana, onde permaneceu até o dia 18 de junho de 2003, quando foi nomeado Administrador Paroquial de Nossa Senhora de Lourdes, em Helvetia, Indaiatuba.

Foi, também, Promotor de Justiça e Defensor do Vínculo do Tribunal Eclesiástico e de Apelação de Campinas, através de provisão de 26 de junho de 2003, e Administrador do Tribunal Eclesiástico Interdiocesano de Campinas e Coordenador do Cartório do Tribunal, em 1º de fevereiro de 2005.

No dia 26 de fevereiro de 2004, Dom Bruno Gamberini o nomeou Vigário Paroquial da Paróquia Santa Rita de Cássia, em Campinas. Atualmente exerce seu ministério sacerdotal como colaborador na mesma Paróquia Santa Rita de Cássia.