Padre Wilson Enéas Maximiano

Padre Wilson Enéas Maximiano
Data de Nascimento: 22/12/1975
Ordenação Diaconal: 16/08/2002
Ordenação Presbiteral: 14/02/2003
wilsonemaximus@gmail.com

Padre Wilson Enéas Maximiano nasceu no dia 22 de dezembro de 1975, em Valinhos, SP, filho de Wilson Maximiano e Sebastiana Albino Maximiano.

Cursou o primário e o ginasial no SESI 389, em Valinhos, de 1982 a 1990; o colegial na Escola Técnica de Comércio em Contabilidade de Valinhos (ETCV), de 1991 a 1993 – Técnico em Contabilidade; Filosofia e Teologia na PUC-Campinas, de 1996 a 2002. Secretário Paroquial da Paróquia São Sebastião, em Valinhos, de 1992 a 1994. Estágio Pastoral na Paróquia Sant’Ana, de Campinas, em 1996, e Paróquia Santa Inês, em Campinas, de 1997 a 1998. Cursando Teologia fez estágio Pastoral na Paróquia Sant’Ana de Sumaré, de 1999 a 2001, e Basílica Nossa Senhora do Carmo, de 2001 a 2002.

Recebeu a ordenação diaconal pelas mãos de Dom Gilberto Pereira Lopes, na Catedral Metropolitana, no dia 16 de agosto de 2002. Recebeu o Uso de Ordens no dia 20 de agosto de 2002, para exercer o ministério diaconal na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Campinas.

Foi ordenado Presbítero no dia 14 de fevereiro de 2003, na Catedral Metropolitana de Campinas, por Dom Gilberto Pereira Lopes e nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Sagrada Família, em Campinas, em 18 de fevereiro de 2003.

No dia 07 de outubro de 2003 foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, em Monte Mor. Em 03 de fevereiro de 2004 foi nomeado primeiro Pároco da Paróquia Santo Antônio, em Monte Mor, tomando posse no dia 18 de fevereiro.

No dia 02 de janeiro de 2008 foi nomeado Pároco da Paróquia Sant´Ana, em Campinas.

Padre Wilson concluiu mestrado no mês de agosto de 2012, na área de Bioética, no Centro Universitário São Camilo, em São Paulo. Sua tese “Um olhar da Bioética sobre a importância da Espiritualidade em mulheres no final da vida” revela o serviço da capelania hospitalar desenvolvido com mulheres em situação terminal de câncer, como um elemento de conforto e esperança no enfrentamento das diversas fases da relação das pacientes com sua enfermidade.

Desde março de 2009 é Capelão do CAISM – Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti, Hospital da Universidade de Campinas – UNICAMP.