Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Campinas

Criada em Março de 1967
Reitor: Padre João Augusto Pezzuto


Rua José Ferreira de Camargo, 844 - Nova Campinas
13092-100
- Campinas, SP

(19) 3790.3950

catedralcampinas@ig.com.br


Atendimento da Secretaria:
Terça e sexta-feira, das 14h00 às 17h00

O Museu Arquidiocesano de Campinas (MAC) foi fundado em março de 1967 pelo Arcebispo Metropolitano de Campinas D. Paulo de Tarso Campos. Seu acervo vem sendo composto com obras que compunham o patrimônio artístico da Arquidiocese de Campinas que não vinham sendo utilizados nas atividades litúrgicas e doações. Teve sua primeira montagem na Av Aquidaban e posteriormente na Avenida Emílio Ribas em Campinas. Desde 16 de julho de 2001 seu acervo encontra-se alocado no interior da Catedral Metropolitana de Campinas.Com o início dos trabalhos de restauração do edifício da Catedral, em setembro de 2005, destinou-se uma área específica para as instalações do museu, aprovada pelo Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural de Campinas em maio de 2005 e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo em setembro do mesmo ano. Assim foi possível desencadear o processo para a nova organização do MAC, entendendo-o agora como parte integrante do Complexo Catedral, onde as atividades religiosas e culturais passaram a dividir o espaço e o tempo. A primeira iniciativa foi remanejar as obras para a área prevista em projeto, e como a Catedral não dispunha de pessoal capacitado para manipular com obras de valor inestimável, em 2005 promovemos uma oficina abordando o tema “Critérios para Identificação e Conservação de Acervos Museológicos” ministrada pela Professora RosaelenaScarpelini do Centro de memória da UNICAMP a um grupo de alunos da graduação da PUC-Campinas e da UNICAMP na sala de palestras da Catedral. Ao final da oficina foi selecionado um grupo de estudantes voluntários para manipulação das obras. Em 2007 foi estabelecido um convenio com Pontifícia Universidade de Campinas no núcleo da Pró-reitoria de extensão que sob a orientação da Professora Doutora Mariza Zanata diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da PUC-Campinas, no qual os alunos bolsistas vêem desenvolvendo o trabalho de higienização e catalogação do acervo. Contamos também com a colaboração voluntária da Doutoranda da UNICAMP Joelma Leão nos trabalhos de consultoria de têxteis eclesiásticos. Os parâmetros para esses trabalhos foram definidos seguindo as orientações da Pontifícia Comissão para os Bens Culturais da Igreja que trata da urgência de inventariação e catalogação do patrimônio artístico da Igreja em ofício do Vaticano. Catedral não possui instalações e equipamentos capazes de acolher um museu seguindo as normas museais contemporâneas, mas cientes da nossa responsabilidade, temos procedido às ações que nos são possíveis, como a readequação física do espaço, a instalação de água e esgoto para os procedimentos de higienização, remanejamento de mobiliário, o estabelecimento da parceria com a PUC-Campinas, abertura de exposições acompanhando o calendário litúrgico da Arquidiocese, compra de equipamentos visando o acondicionamento correto do acervo e das novas demandas que surgiam. Procedimentos básicos para o bom desempenho dos trabalhos e a garantia de um acondicionamento correto do valioso patrimônio cultural de nossa Arquidiocese. Junto ao Museu estamos implementando um Centro de Memória da Catedral onde estão sendo catalogados documentos dos anos 1800, 1900 e 2000 de maneira que todas essas informações possam ser disponibilizadas para a comunidade da Região Metropolitana de Campinas em consulta direta ou através de nosso site.Hoje seu acervo encontra-se instalado nas salas superiores do edifício da Catedral.

oi