logo



Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora


Criada em 27 de novembro de 1963
Pároco: Padre Ademar Pereira de Souza (SDB)
Vigário Paroquial: Padre Anderson Paes da Silva (SDB)

Rua Baronesa Geraldo de Rezende, 330 - Jardim Guanabara
13075-270
Campinas, SP

(19) 3241.9713
secretaria@auxiliadoracampinas.org.br
http://www.auxiliadoracampinas.org.br
  • Segunda a sexta-feira, às 07h00 e às 19h30
    1ª sexta-feira do mês, às 07h00 e às 19h30
    Última sexta-feira do mês, Missa dos Enfermos, às 15h
    Todo dia 24 do mês, Missa Festiva de Nossa Senhora Auxiliadora
    Sábado, às 07h00 e às 17h00
    Domingo, às 07h00, 08h30, 10h30 e às 19h00
  • Atendimento da Secretaria:
    Segunda a sexta-feira, das 08h00 às 18h00
    Sábado, das 08h00 às 12h00

    Atendimento do Padre:
    Agendar na Secretaria.
    Atendimento de confissões diariamente
  • A década de sessenta foi o período em que a cidade de Campinas teve o maior crescimento populacional, cerca de 5% ano. Daí a necessidade de Campinas traçar novos horizontes na política, na economia e também na religião. A Igreja de Campinas acompanhou o ritmo e no ano de 1963, quatro paróquias foram fundadas na cidade: Santa Teresa, Santa Cruz, Santa Isabel (Barão Geraldo) e a paróquia Nossa Senhora Auxiliadora.

    No dia 22 de dezembro deste mesmo ano, com uma missa solene, a paróquia foi oficialmente instalada e o padre João Baldan foi empossado o primeiro pároco. A paróquia foi um desmembramento das já existentes Nossa Senhora das Graças e Nossa Senhora de Fátima. O espaço físico que a paróquia ocupava era a Capela do Colégio Liceu, que dentro de um ano se tornou pequena para abrigar todos os fiéis e também as atividades que a paróquia exercia. Era preciso construir um novo templo. Não só uma, mas várias foram as tentativas de “colocar a mão na massa” e iniciar a construção. Isso se comprova com as cinco pedras fundamentais encontradas nos alicerces. Finalmente, no dia 24 de maio de 1964, dia de nossa Senhora Auxiliadora, chegou a primeira máquina para começar as obras. Pe. Baldan acompanhou todo o processo e, numa atitude de fé e confiança, percorria o terreno em construção e espalhava, como que semeando, medalhinhas de Nossa Senhora pelo solo. Desta vez, tinha que dar certo! A primeira telha foi colocada um ano depois do início das obras, no dia 24 de maio do ano de 1965. À direita ergueu-se a torre com cinqüenta metros de altura e, no topo, a estátua de Nossa Senhora Auxiliadora, esculpida por Otaviano Papaiz, podendo ser avistada da via Anhanguera. Arystarch Kaszkurewicz foi o artista que executou o mosaico de Nossa Senhora Auxiliadora e os desenhos dos vitrais. Arystarch não tinha as duas mãos, foi mutilado na guerra. Ainda com a decoração inacabada e com o chão em terra batida, no dia 22 de fevereiro de 1966, quase dois anos depois do início das obras, Pe. Baldan celebrou a primeira missa no novo templo e, no mesmo dia, foi transferido para São Paulo. Em 28 de outubro de 1973, em meio a um elevado número de fiéis, aconteceu a Sagração da Igreja Paroquial do Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, pelo Arcebispo Metropolitano Dom Antonio Maria Alves Siqueira. Outros párocos seguiram com a manutenção para que a comunidade possa sempre ter um local de referência, onde se pode vivenciar a fé.

    A Par. Nossa Senhora Auxiliadora prepara anualmente o Planejamento Paroquial baseado no Planejamento de cada Pastoral, que tem seus trabalhos direcionados às necessidades da comunidade. Visando atender estas necessidades, dá continuidade a projetos e tem como diretrizes de trabalho os temas: Família, Comunhão e Juventude.

    A Paróquia procura também direcionar seus trabalhos ao que a Arquidiocese propõe e também por ser uma comunidade Salesiana, baseia seu trabalho em linhas e lemas propostos pela Ordem.

    As pastorais estão divididas por eixo:

    Catequético: Batismo, Eucaristia, Crisma, Conversão, Catecumenato, Matrimônio, Catequese com adultos

    Litúrgica: Equipe de Missa, Equipe de Celebrações, Canto Ministros, M. Enfermos

    Social: Clube de Mães, Comunicação, Dízimo, Equipe de Festas, Vicentinos, Saúde

    Familiar: Bom Pastor, E.C.C., Escola da Fé, Ovisa, Integração Familiar

    Espiritualidade: ADMA, Apostolado, Encontro de Oração, Lectio Divina, Mãe Rainha, Oficina de Oração, R.C.C

    Juventude: Grupo de Jovens, Perseverança, Vocacional

    O templo recebe em média 5.000 pessoas por final de semana em suas celebrações no sábado e no domingo.

    (Pastoral da Comunicação – PASCOM – Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora).

Highslide for Wordpress Plugin