Paróquia Nossa Senhora de Lourdes


Criada em 14 de janeiro de 1914


Administrador Paroquial: Cônego Álvaro Augusto Ambiel

Alameda Antonio Ambiel, 817 - Bairro de Helvetia
13337-315
- Indaiatuba, SP

(19) 3875.1633

nslourdes.helvetia@hotmail.com


Sexta-feira, às 07h30
Sábado, às 19h00
Domingo, às 08h00
Atendimento da Secretaria:
Segunda a sexta-feira, das 08h00 às 12h00 e das 13h30 às 17h30
Sábado, das 08h00 às 10h30 e das 13h30 às 15h30

Atendimento do Padre:
Sábado, às 17h00 ou com agendamento prévio

A Paróquia N.Sra. de Lourdes de Helvetia foi criada em 14 de janeiro de 1914, por Dom João Corrêa Nery e instalada em 19 de março de 1914 por Mons. Joaquim Mamede da Silva Leite, especialmente designado para este ato.

 

Em 1911, Dom João B.C.Nery, recebe todo apoio da Sociedade de Tiro ao Alvo Helvetia, quando de sua visita pastoral à Indaiatuba, por razões políticas e outras questões, teve sua dignidade desrespeitada pelo então prefeito Major Alfredo da Fonseca e seus correligionários, pois os mesmos invadiram a casa paroquial onde se encontrava hospedado fazendo graves ameaças a sua vida e o aprisionaram. Vários membros da Sociedade do Tiro Alvo, quando ficaram sabendo do ocorrido, deslocaram-se até Indaiatuba com as armas da Sociedade, com cavalos e um trole e o libertaram, trazendo-o para Helvetia. No dia seguinte, após a celebração da Missa, o levaram para Campinas em um trole. Em reconhecimento cria a Paróquia em 1914.

Em 1954, Pe. Lauro Sigrist, filho de Hevetia, foi até Dom Paulo de Tarso Campos dizendo que o Padre de Helvetia, Dom Ildefonso Stehle, beneditino estava idoso e que sua ordem não iria colocar um substituto, sendo assim se ele podia propor ao Abade a doação para Diocese de uma propriedade de mais de 100 alqueires de terra que os Beneditinos possuíam em Helvetia; em troca a Diocese se comprometeria a sempre colocar um padre para a Paróquia. Dom Paulo respondeu: “Vá hoje mesmo”. A doação foi feita à Diocese com mais um compromisso: Tudo que se produzisse ou fosse vendido da propriedade (ou a propriedade) se destinaria ao Seminário.

Os padres da paróquia: Dom Ildefonso Stehle (1914 à 1962) Mons. Luiz de Abreu, Mons. Bruno Nardini (1962 à 1964), Mons. José Machado Couto (1964 à 2003) Pe. Silvio Sade Tesche e Cônego Álvaro Augusto Ambiel (2003 à 2005) e Pe. Luiz Antonio do Canto Neto atual Ad. Paroquial. Helvetia foi seleiro de vocações com 13 padres, um bispo e 35 religiosas.

A população aproximada da paróquia varia entre 6 a 8 mil pessoas. Participam 800 pessoas. Além da matriz, compõem a paróquia mais outras 5comunidades. Os trabalhos realizados são Batismo, 1ª Eucaristia, Crisma, juventude e pastoral social.