Paróquia Universitária Santo Tomás de Aquino


Criada em 07 de março de 1973
Pároco: Padre João Batista Cesário


Rua Marechal Deodoro, 1099 - Centro
13020-904
- Campinas, SP

(19) 3343.6812

pastoral@puc-campinas.edu.br


Campus I:
Terça e quinta-feira, às 18h45
Campus II:
Segunda-feira, às 18h30
Terça, quinta e sexta-feira, às 08h00, no Hospital
Quarta-feira, às 12h30
Sábado, às 16h00
Unicamp:
Terça-feira, às 18h10
Quinta-feira, às 12h15
Atendimento da Secretaria:
Prédio Central:
Segunda a sexta-feira, das 08h30 às 13h30 e das 14h30 às 17h30
Campus I:
Segunda a sexta-feira, das 09h00 às 12h00 e das 13h00 às 18h00

A Paróquia Santo Tomás de Aquino (Paróquia da PUC-Campinas) foi criada em 7 de março de 1973, por D. Antônio Maria Alves de Siqueira, inspirado nos documentos do Vaticano II e buscando respostas aos problemas pastorais trazidos pelo processo de urbanização intensivo, experimentado por Campinas, ao longo dos anos 60 e 70. Foi a primeira e, até agora, única “paróquia ambiental” da Arquidiocese, a Paróquia Universitária Santo Tomás de Aquino. O decreto de criação dizia que “a referida paróquia será pessoal, abrangendo os atuais alunos de ambos os sexos, devidamente matriculados nas diversas faculdades e institutos incorporados ou agregados à Pontifícia Universidade Católica de Campinas, bem como seus professores e funcionários em exercício”.

Em 14 de março de 1973 foi nomeado Mons. Luiz Fernandes de Abreu como seu primeiro pároco. Na mesma ocasião, foi nomeado vigário cooperador o cônego Fernando Godoy Moreira. Como sede paroquial e matriz, foi escolhida a igreja do edifício D. Paulo de Tarso Campos (antiga capela do Seminário da Imaculada), na Vila Cura D’Ars. Em 1975, Pe. José Antônio de Moraes Busch foi nomeado pároco e coordenador geral da Pastoral Universitária.

O Pe. Busch lançou e desenvolveu o “Ponto de Encontro Universitário” como busca criativa de resposta a dois problemas: a) relacionamento pessoal dentro da universidade, e b) falta de um “espaço” para colocação em comum da riqueza interior das pessoas no interior da universidade. Estabeleceu-se, em maio de 1975, no Colégio Coração de Jesus. Houve também tentativa de realizar encontros de professores.

Seguiram-se como párocos, em 1985, Pe. José Arlindo de Nadai, em 1987, Pe. Luiz Roberto Benedetti, em 2000, o Padre Paulo Crozera, até formar uma equipe de Assessores, formada pelos Padres João Batista Cesário, José Arlindo de Nadai, Luiz Roberto Benedetti e Brenda Carranza. Atualmente, o pároco nomeado é o Pe. João Batista Cesário.