• Sobre

    Padroeiro : Sant'Ana

    Pároco : Padre Marco Antonio Amstalden

  • Informações

  • Horários de missas

    * Matriz Sant’Ana: 3ª Quarta-feira do mês, às 19h30h - 1ª Sexta-feira do mês, às 19h30 - Sábado, às 18h00 - Domingo, às 07h30 e às 18h30 * Comunidade Nossa Senhora Aparecida: 2ª Quarta-feira do mês, às 19h30 - Sábado, às 17h00 * Comunidade Nossa Senhora Imaculada: 1ª Quarta-feira do mês, às 19h30 - Domingo, às 08h00 * Comunidade São Joaquim: 5ª Quarta-feira do mês, às 19h30 - Domingo, às 09h00 * Comunidade Santo Antônio: 4ª Quarta-feira do mês, às 19h30 - Domingo, às 09h30

  • Atendimento da Secretaria

    Terça a sexta-feira, das 08h00 às 11h30 e das 13h00 às 17h00 - Sábado, das 08h00 às 11h30

  • Atendimento do Padre

    Quarta e quinta-feira, das 15h00 às 17h00 - Sábado, das 09h00 às 12h00

  • Envie uma mensagem para Paróquia Sant’Ana – Sousas

    Esta mensagem será enviada para santanasousas@arquidiocesecampinas.com

    *
    *
    *
    *
  • Histórico

    História da Paroquia Santana - Sousas : Como começou No “Arraial de Sousas” as celebrações religiosas eram realizadas em casas das famílias aqui estabelecidas, que buscavam na Religião Católica a força principal de seu entrelaçamento social e religioso. Surgiu então, a Capela de São Sebastião, o Santo tão popular em Portugal, e conseqüentemente também no Brasil, erigida por Joaquim Monteiro, em 1889, por Joaquim Monteiro. Ao seu derredor foi crescendo o Arraial, e em breve tornou-se conveniente a criação de uma Paróquia. Em 1894, o casal Adão Salgado e Dona Maria Franco Salgado faz a doação de terreno para a construção da Matriz, e esse ano é considerado o ano da fundação da Matriz! A alegria contagiou a todos e com toda a população envolvida e contribuindo de maneira generosa e indizível, deram início às providências da construção. No dia 3 de setembro de 1894, deu-se o lançamento da pedra fundamental, que foi benta pelo Padre Abel, para que pudesse dar início à edificação da nossa igreja. A obra completou-se em 3 anos. Estiveram à frente da Comissão de Obras: Maneco Rosa e João Lopes Martins, este muito conhecido como médico e fazendeiro local. A inauguração foi em 1897, tendo como Padroeira Nossa Senhora do Bom Conselho. Em 7 de julho de 1898, o Arraial foi elevado à categoria de Freguesia, foi criada a Paróquia, e nomeado como primeiro pároco, o Pe. Miguel Guilherme. Em 5 de maio de 1903, atendendo aos anseios populares e em atenção ao requerimento eclesiástico do então pároco Pe. Francisco de Campos Barreto, a autoridade eclesiástica autoriza a mudança de denominação para Sant’Ana, padroeira da Matriz. Quando, em 1903, mudou a padroeira, Dom Barreto, que também foi o primeiro bispo de Campinas, era o Pároco da Paróquia.