Mensagem de Dom Airton José à Arquidiocese de Campinas

15/02/2012
Barbara

Aos amados irmãos e irmãs da Arquidiocese de Campinas
A paz esteja convosco!

UT FACIAM DEUS VOLUNTATEM TUAM
“Para fazer, ó Deus, a tua vontade!”

Com esta expressão respondi, em meu coração, às palavras do Exmo. Sr. Núncio Apostólico, Dom Lorenzo Baldisseri, após ter dito que o Santo Padre me havia nomeado para suceder ao saudoso e amado Dom Bruno Gamberini na Arquidiocese de Campinas.

Quero saudar, com sentimentos de fraternidade e estima, o Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom Gilberto Pereira Lopes, Arcebispo Emérito de Campinas; os Excelentíssimos Srs. Bispos da Província Eclesiástica, os que estão à frente do trabalho de pastorear a grei do Senhor e, com reverência e respeito, os que já são eméritos.

Saúdo com afeto paterno, os Padres, Diáconos e seminaristas da Arquidiocese. Desde o primeiro momento, vos tenho em minhas orações e em meu coração. Saúdo e acolho com grande esperança, as Religiosas, os Religiosos e todos os consagrados que estão presentes e fazem parte da vida eclesial de nossa querida Arquidiocese. Com grande esperança no futuro, deixo-me inspirar pelas palavras do Santo Padre na mensagem para o 49º dia mundial de oração pelas vocações, convidando os presbíteros, diáconos, consagrados e consagradas, catequistas, agentes pastorais, os que trabalham na educação das crianças, adolescentes e jovens, a estarem atentos àqueles que nas comunidades paroquiais, associações e movimentos, sentem-se chamados para o sacerdócio ou para uma especial consagração. Trabalhemos para que muitos aprendam a responder com generosidade ao amoroso chamado de Deus.

Com sentimentos de pastor, saúdo a imensa multidão dos cristãos leigos, que dia a dia testemunham o grande amor de Deus. Amados irmãos, vamos trabalhar para que o Senhor Jesus Cristo seja conhecido, amado, respeitado. Vamos nos esforçar e nos ajudar mutuamente para que o Evangelho chegue a todos: queremos viver como discípulos-missionários.

Com sincero gesto de reconhecimento, saúdo as autoridades constituídas e todos os que em nossa Arquidiocese desempenham ações, assumem encargos e serviços em prol da população. Especialmente saúdo os que trabalham diretamente em benefício dos menos favorecidos, dos pobres e dos que estão à margem da vida.

Aos que pertencem a outras comunidades cristãs e a outras Igrejas e Denominações; a todos os que crêem em Deus e a todos os de boa vontade, saúdo e cumprimento em Cristo, Caminho, Verdade e Vida.

Saúdo com respeito a todos os profissionais da educação, da saúde, dos meios de comunicação; saúdo os que estão no campo da política e nela, se esforçam em promover a dignidade dos mais sofridos.

Saúdo aqueles que, dia a dia, lutam para sobreviver: os pobres, os doentes, os desempregados e tantos outros rostos sofredores. Esta saudação seja a expressão da solidariedade e da fraternidade, exigências da fé que professamos.

Por fim, abraço e acolho a todos para, juntos, trilharmos o caminho da vida cristã e darmos o testemunho que o mundo necessita. Para isso, cada pessoa, lá onde Deus a colocou, viva na certeza de que me coloco disponível ao serviço do Evangelho e da Igreja.

 Dom Airton José dos Santos