Missa em louvor a São Lourenço, padroeiro dos diáconos

No dia 10 de agosto, celebramos o Dia de São Lourenço, padroeiro dos diáconos.

Neste ano, a missa será celebrada na Comunidade Matriz Sagrado Coração de Jesus em Paulínia, às 19h30, com a presidência do Arcebispo Metropolitano, Dom Airton José dos Santos, e a presença de padres e diáconos da Arquidiocese, que atualmente conta com 23 diáconos permanentes e um transitório.

Sacramento da Ordem

O Sacramento da Ordem contempla os bispos, os sacerdotes e os diáconos. Dois destes graus participam ministerialmente do sacerdócio de Cristo: a ordem episcopal, correspondente aos bispos, e a ordem do presbiterado, correspondente aos padres.

A ordem do diaconato, segundo o Catecismo da Igreja Católica (n. 1554), destina-se a ajudar e a servir os bispos e presbíteros. O diácono transitório é aquele que encaminha-se, para, no futuro, tornar-se sacerdote, por meio da ordenação presbiteral. Já o diácono permanente não guarda esse caráter temporário e não tem como objetivo final o sacerdócio. Tal ministério é concedido aos homens casados, cujo filhos sejam independentes, com a concordância da esposa.

O ministério diaconal é emoldurado por três dimensões: vocação, formação e missão. A vocação é dom de Deus, chamado. A formação não é apenas intelectual, mas também emocional e espiritual. A missão torna a Igreja samaritana, a serviço do Povo de Deus, participando das pastorais sociais, à luz das necessidades da Igreja de hoje.

O serviço é a marca fundamental do diácono.

Saiba mais sobre o diaconato permanente clicando aqui.

Saiba mais sobre São Lourenço clicando aqui.