Nota da Conferência dos Religiosos do Brasil

Por Barbara Beraquet | publicado em | Arquidiocese

Nós, membros da Diretoria Nacional da CRB, eleita na XXV Assembleia Geral Eletiva, em julho pp., em sintonia com as Religiosas e Religiosos que dedicam a vida pelo Reino de Deus neste chão brasileiro, expressamos nossa incondicional unidade com o Papa Francisco e em comunhão com os Bispos que integram a CNBB e o CELAM, elevamos nossas vozes na defesa da vida e da nossa “casa comum”. Para nós, Igreja é a grande a família de Deus, reunida nas pequenas comunidades eclesiais missionárias, nos centros urbanos, nas periferias e áreas rurais. Enquanto Igreja, compartilhamos as angústias e esperanças dos povos indígenas, quilombolas, moradores da rua, migrantes, refugiados, mulheres, jovens, adolescentes e crianças vítimas da violência e abusos sexuais. Estamos conscientes da existência de luzes e sombras no processo democrático brasileiro. Porém, não devemos e nem podemos fechar os olhos diante da corrupção e da ganância, dos erros cometidos e da infidelidade de muitos de nossos políticos que não estão a serviço do bem comum, mas usam do poder para beneficio próprio em detrimento dos pobres, pois “em nossas cidades está instalado um crime mafioso e aberrante, e muitos têm as mãos cheias de sangue devido a uma cômoda e muda cumplicidade” (EG, 210). Contudo, acreditamos que Deus habita nessa realidade complexa e aponta saídas convocando a Vida Religiosa a ser “mística profético-sapiencial, presente onde a vida está ameaçada, respondendo aos desafios de cada tempo, tecendo relações humanizadoras e interculturais, ouvindo o clamor dos pobres e da terra, para que o vinho novo do Reino anime a festa da vida” (Horizonte da CRB 2019-2022). Renovamos nosso SIM como homens e mulheres que vivem a consagração “exclusiva a Deus” e como Diretoria Nacional assumimos o compromisso de incentivar e promover a comunhão na riqueza da diversidade, e oferecer o serviço da animação da VRC. Ao mesmo tempo, expressamos nossa total adesão à convocação feita pelo Papa Francisco para a celebração do Sínodo da Amazônia “Não deixemos, que nos roubem o entusiasmo missionário, a alegria da evangelização.”,(EG,80.83) E mais, unimo-nos a todos os órgãos nacionais e internacionais no clamor mundial ante a destruição de um patrimônio humano, ambiental e econômico imensurável na grande missão de exigir um basta às atividades predatórias na nossa Amazônia. É tempo de discernimento, de escutar o clamor dos pobres e excluídos de nossa terra, de saber separar a informação que defende os interesses do capital em detrimento da pessoa humana e colocarmo-nos, de forma inequívoca, ao lado dos que sofrem ou são marginalizados. É tempo de aguçarmos nosso senso crítico diante da realidade e sermos sinal de esperança e mensageiros da verdade para tantos que têm na VRC uma referência de seguimento. É a hora de darmos a nossa contribuição, vivendo com coerência nossa consagração, veiculando boas e verdadeiras notícias e somando força com aqueles que promovem a paz! Este exigente discernimento nos leva a uma constante atenção para distinguir o joio do trigo. Um grande abraço a todos e todas. Que a Mãe e Mestra, a Estrela da Evangelização, Maria, nos ajude a “fazer sempre o que Jesus mandar” (Cf. Jo 2,5).

Brasília, 30 de agosto de 2019.

Diretoria da CRB Nacional:

Ir. Maria Inês Vieira Ribeiro, mad – Presidente

Ir. Olavo Dalvit, fsc – Vice Presidente

Ir. Maria José Barbosa dos Santos, bdp – Secretária

Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti, sdb – Tesoureiro

Ir. Eliene Oliveira Barros, ibp – Conselheira

Ir. Ana Teresa Pinto, fma – Conselheira

Pe. Antônio Ramos Moura Neto, osj – Conselheiro

MENSAGEM NOVA DIRETORIA CRB Nacional


Pesquisa



Veja Também

Videos