Oração com o Papa: intenção de janeiro para 2021

Por Sandra | publicado em | Arquidiocese

A fraternidade humana (Pela Evangelização)

Rezemos para que o Senhor nos dê a graça de viver em plena fraternidade com os irmãos e irmãs de outras religiões, rezando uns pelos outros, abertos a todos.

Reflexão

Não é um acaso que o Papa Francisco queira começar o ano 2021 com uma intenção sobre a fraternidade humana. Este foi o tema central, a par da amizade social, da sua última Encíclica, “Fratelli tutti”, publicada em outubro de 2020. Deseja agora começar o ano com um apelo muito forte à consciência da urgência de abrir a mente e o coração à fraternidade universal, especialmente entre as várias religiões. Aliás, esta tem vindo a ser uma preocupação do Santo Padre, na qual foi dando passos muito significativos. Um dos mais importantes foi expresso com a assinatura do Documento sobre a Fraternidade Humana pela Paz Mundial e a Convivência Comum, juntamente com o Grande Imã de al-Azhar, na sua visita aos Emirados Árabes Unidos, em fevereiro de 2019. Pouco tempo depois, o tempo da pandemia obrigou-nos a, como humanidade, entrar «no mesmo barco», em águas muito agitadas, e fez-nos cair na conta de que são necessárias respostas globais aos grandes problemas da humanidade. E esta é uma crise sanitária. Há, no entanto, outras crises, muito mais persistentes no tempo, que se expressam hoje, por exemplo, nas crescentes tensões políticas e religiosas entre grupos de origens e culturas diferentes que vivem no mesmo espaço. Um dos focos destas tensões são as diferentes religiões, sobretudo nas suas formas mais radicais e violentas. Mas os extremismos políticos e as pressões sociais e económicas que privilegiam uns em detrimento de outros constituem, com toda a certeza, um dos maiores perigos dos dias de hoje, pois põem em causa a igualdade da dignidade humana do outro, diferente de mim. É necessário, por isso, rezarmos muito e pedirmos que a graça de Deus entre no nosso coração e no coração de cada homem e cada mulher, para vermos em cada ser humano um irmão, um filho amado de Deus. Apenas este olhar de irmãos pode construir o mundo desejado por Deus.

Oração

Deus, nosso Pai, que amas cada um dos teus filhos e sem cessar cuidas deles e procuras o seu bem, ajuda-me a ser imagem e exemplo deste teu amor. Que em cada pessoa eu encontre um irmão e possa amá-lo com verdade, acolhê-lo na sua diferença, respeitá-lo na sua dignidade. Rezo para que, no coração de todos os teus filhos, nasça e cresça a semente da fraternidade, para juntos construirmos o teu Reino nesta terra. Pai-Nosso…

Desafios

– Construir pontes no seio da família, nos próprios ambientes, promovendo sempre os motivos de união e lutando contra a divisão. – Acolher a diversidade, dar graças pelas pessoas diferentes de mim, olhá-las como irmãos e irmãs, ser generoso em gestos e atitudes de simpatia e acolhimento. – Rezar pela fraternidade humana, pelos que sofrem por serem anulados na sua dignidade, para que sejam olhados como irmãos e não como ameaças. – Cultivar a abertura, promovendo momentos de encontro e convívio com grupos religiosos diferentes do meu, fisicamente ou através dos meios digitais.

Fonte: Site Apostolado da Oração


Pesquisa



Veja Também