Solidariedade com o povo de Suzano

Por Wilson Cassanti | publicado em | Arquidiocese

Mais um massacre em nosso país. Agora em uma escola na cidade de Suzano, na Grande São Paulo. Por enquanto dez mortos, sendo cinco alunos, dois funcionários, um funcionário de uma locadora e os dois atiradores, que se mataram. Um atirador tinha 25 anos e o outro 16.
Por que tudo isso, meu Deus? O que está acontecendo com nossa sociedade? O que tem motivado tanta violência gratuita? Não passa uma semana sem alguma desgraça. São notícias de mortes e atentados, quase que diários, contra as mulheres, moradores de rua, trabalhadores, no trânsito, etc, sempre por motivos banais.
Faz quatro meses que passamos por uma situação parecida, em nossa Catedral. Temos ainda claro o sentimento de dor e de impotência frente ao doentio momento pelo qual passamos e nos unimos em oração às famílias dos mortos e dos irmãos e irmãs de Suzano, na Diocese de Mogi das Cruzes.
O crime de Suzano chega ao absurdo. Foram usados revolver, machados e até arco e flecha. Uma falta absoluta de sentido.
Lamentamos profundamente tudo o que aconteceu e rogamos a Deus que, pela sua infinita misericórdia, ilumine a nossa sociedade para que retome o caminho da paz, da serenidade, do amor, da convivência fraterna, do perdão e da tolerância.


Pesquisa



Veja Também

Videos