Vatican Blog Meeting: A Igreja precisa dos blogs, os blogueiros precisam da Igreja

Por Setor Imprensa - Redação | publicado em | Santa Sé

Vaticano, 02 de maio. A Igreja Católica precisa de membros ativos que escrevam blogs, mas os blogueiros católicos também precisam da Igreja, especialmente para lembrá-los sobre a virtude da caridade nos seus textos, disseram os participantes do I Encontro de Blogs do Vaticano (Vatican Blog Meeting).

O encontro de 2 de maio foi patrocinado pelo Conselho Pontifício para a Cultura e pelo Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais. Os Conselhos receberam as inscrições, e então foram divididos de acordo com a região, idioma e se o blog era pessoal ou institucional e, destes foram escolhidos os nomes de 150 participantes.

Richard Rouse, um funcionário do Conselho para a Cultura, disse que a notícia sobre o encontro do Vaticano já tinha estimulado outras igrejas à iniciar o diálogo com blogueiros locais.

O encontro do Vaticano, disse ele, não foi planejado com a finalidade de ser um seminário sobre como fazer, e nem tinha o objetivo de desenvolver um código de conduta, mas sim de reconhecer o papel dos blogs na comunicação moderna e a dar início ao diálogo entre os blogueiros e o Vaticano.

Padre Roderick Vonhogen, sacerdote holandês e autor de “Katholiek Leven” (Vida Católica), disse no encontro que blogar “permite que ele seja um pastor para aqueles que precisam de um pastor, não para aqueles que já possuem um” porque são ativos numa paróquia.

“Se você escreve um texto para o blog e ninguém comenta, você se sente péssimo … sozinho e isolado,” disse ele. Os comentários fazem com que o autor e os leitores se sintam parte de uma comunidade.

Mas, é somente quando você estabelece interesse e amizade pode converter alguém, disse Padre Vonhogen.

Elizabeth Scalia, autora do “The Anchoress”, disse que enquanto a mídia convencional tende a ver os blogs como “um meio de auto-promoção”, geralmente os blogs católicos são verdadeiras fontes de “clareza católica”.

Mas os blogueiros não podem alegar serem fontes de clareza a menos que o façam com caridade, disse ela.

“Clareza é um dos maiores desafios que enfrentamos”, afirmou, porque “a liberdade é tanto um dom como uma fonte de tentação para nossos egos”.

Scalia lembrou que a blogosfera católica contém excessivas expressões do tipo “nós e eles” tanto no lado conservador como no lado progressista da Igreja.

Como católicos, disse ela, “não é nosso papel fomentar inimizades”.

“A Igreja precisa de nós”, disse Scalia. “Ela precisa de nós na evangelização. Ela precisa de nós para disseminar informação e muitas vezes para corrigir a informação”.

“A Igreja precisa que estejamos onde pastam as ovelhas”, mas ao mesmo tempo, os blogueiros precisam da Igreja e de seus pastores para lembrá-los de que a misericórdia de Deus se estende à todas as pessoas e que Jesus quer que Seus seguidores estejam unidos, disse ela.

Arcebispo Claudio Celli, presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais, deu as boas-vindas aos blogueiros e disse-lhes que o Vaticano desejava dar início a “um diálogo entre a fé e a cultura emergente”, que é a blogosfera.

Rocco Palmo, autor do “Whispers in Loggia”, disse aos presentes que os 150 convidados representavam “muitos dos melhores profissionais de comunicação” à serviço da Igreja Católica, embora seja raro que recebam pelo que escrevem nos blogs.

O encontro, disse ele, é um reconhecimento da “nossa contribuição para a vida da Igreja”.

Um dos tópicos em discussão foi o fato de que o ato de blogar já está mudando porque, em muitos países, as messagens de 140 caracteres do Twitter estão se transformando na forma de comunicação mais popular.

Outro tema falava sobre o uso de estórias e fotografias com direitos autorais extraídas de sítios de notícias.

Mattia Marasco, autor do “WikiCulture”, disse ao grupo que embora seja correto dar crédito à fonte do material, os direitos autorais são “um modelo antigo para uma nova mídia”.

Padre Vonhogen disse que jornalistas profissionais terão que se acostumar com o fato de suas matérias serem usadas, sabendo que isso significa publicidade gratuita e que se forem bons jornalistas eles irão sobreviver.

“Se roubarem parte do seu conteúdo, enquanto você produzir qualidade, você se sairá bem”, disse ele.

O padre jesuíta, Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, disse aos blogueiros que embora o Papa Bento XVI “seja uma pessoa que não tuíta e não tenha um blog pessoal, ele é muito atento e sabe bem o que acontece no mundo” e apoia os esforços da mídia católica, como demonstrado pela sua entrevista para a televisão na Sexta-Feira Santa e pela sua entrevista do tamanho de um livro com o escritor alemão Peter Seewald.

“Os blogueiros são importantes” na formação e na informação dos membros da Igreja, disse padre Lombardi, mas todo aquele que influencie aquilo que pensam os católicos deve reconhecer a responsabilidade que isso traz.

Padre Lombardi disse que precisava agradecer os blogueiros pelas vezes que eles entraram em ação para explicar e propagar a doutrina da Igreja e o pensamento do Papa Bento XVI.

Mas ele também disse que toda a questão sobre o “ego” e centralização em si mesmo dos blogueiros é “um dos problemas nos quais vale a pena refletir”, porque embora seja um perigo para todos os comunicadores, um comunicador que se diz católico deve se concentrar primeiro em servir aos outros.

Thomas Peters, que é o autor de “American Papist”, recebeu uma forte salve de palmas quando pediu ao padre Lombardi para incluir os blogueiros na lista de comunicadores que recebem cópias adiantadas dos documentos do Vaticano; ele disse que as grandes empresas da mídia laica recebem cópias adiantadas e frequentemente utilizam essa antecipação para preparar estórias que não são corretas.

Padre Lombardi disse que a Sala de Imprensa do Vaticano disponibiliza informações e documentos à todos os jornalistas credenciados concomitantemente, não fazendo distinção entre os principais jornais e a mídia católica. Um esforço que pode ajudar, disse ele, é o seu próprio trabalho no sentido de melhorar a colaboração entre os departamentos de comunicação das conferências episcopais e as dioceses com a finalidade de assegurar que as notícias cheguem de forma rápida e com precisão.

Por Catholic News Service / U.S. Conference of Catholic Bishops
Gentilmente traduzido por Sandra Katzman

Leia também:

+ Roma escolhe blogs brasileiros para participar de encontro no Vaticano
+ Entrevista com Wagner Moura: blogando em defesa da vida
+ Como foi Vatican Blog Meeting?

 

Fotos do encontro: https://picasaweb.google.com/intermirifica.net/Blogmeet201102#

 

VATICAN BLOG MEETING: QUAL FOI A PROGRAMAÇÃO?

  • O Encontro começou às 16h (11h em Brasília) na Sala de Congressos, Palácio Pío X com as boas-vindas.
  • 16:15 – Painel I
    Moderador: Rocco Palmo, da Filadélfia (EUA), é o famosíssimo autor do blog Whispers in the Logia (pagerank: 7). Tem 27 anos e escreve para o jornal britânico católico The Tablet. Seu talento e sua rede de contatos são responsáveis por torná-lo o responsável pelo blog católico mais visitado de todos os tempos. Ele já declarou em entrevistas que o blog dele era lido pelo Papa. Entrevista em vídeo para catholictv.com. Excelente entrevista de Bustedhalo.com quando tinha 23 anos! Nela ele narra seu interesse precoce pelo catolicismo, seu dia a dia e o objetivo do blog dele.
    Twitter: @roccopalmo 

      Participarão do Painel I: 

    1. François Jeanne-Beylot: 37 anos. Francês. Blog: http://fjb.blogs.com/ [Pagerank: 4]. Empresário muito ativo no mundo virtual, no ano 2000 fundou a empresa TROOVER, especializada em recuperação de informação, inteligência de negócios e inteligência para internet. No final de 2007 ele criou a InMédiatic em parceria com a agência de comunicação Bach & Partners especializada em monitoramento de mídia e reputação na internet.
    2. Andrés Beltramo: 32 anos. Jornalista argentino e correspondente internacional. Um dos 27 blogueiros de língua espanhola convidado para o Encontro. Blog: http://www.e-consulta.com/blogs/sacroyprofano “Não é apenas um blog sobre religiosidade, mas sobre os “bastidores sagrados”, onde se faz a política eclesiástica. Neste blog não vão encontrar reflexões do padre do momento, nem sobre o santo do dia ou sobre o Evangelho de domingo. Mas aqueles internautas que quiserem conhecer as decisões profanas sobre assuntos sacros do Vaticano e da Igreja Católica que impactam milhões no México, América Latina e no mundo, então pode ser que encontrem algo por aqui. Pelo menos vou me esforçar para isso.” [Pagerank: 2] [desde março de 2009] [Tecnología: WordPress] [Categorías: Noticias, Opinión]
      Twitter:@sacroprofano
    3. Elizabeth Scalia: 42 anos, americana. Elizabeth Scalia é uma oblata beneditina e tem uma coluna semanal em First Things. É blogueira: The Anchoress. Foi articulista do prestigiado portal Inside Catholic. Pertence à diocese do Brooklyn. Mais informação sobre ela na WikipediaTwitter: @TheAnchoress
    4. Pe. Roderick Vonhögen: Sacerdote, 43 anos, é do Países Baixos. Tornou-se muito conhecido por seu Podcast Catholic Insider em 2005, durante a enfermidade do Papa João Paulo II. Ele é o responsável pelo sitehttp://sqpn.com.
      Twitter: @fatherroderick
    5. Mattia Marasco: Italiano. Licenciado em 2010 em “Mídia e Jornalismo” em Florença, com uma tese sobre a Teoria e a Técnica dos novos Meios, de título: “WikiCulture – la culturà che cambierà il mondo. Collaborazione spontanea e creazione condivisa sul web”. Seu blog pessoal é o http://www.mattiamarasco.it, mas ele tem vários sites: Wikiculture.net, Roba da matti, Dog Coach. Sem dúvidas é um aficionado pelos novos meios de comunicação e foi o primeiro a criar o grupo Facebook para os participantes do Encontro.
      Twitter: @mattiamarasco
  • 16:00 – Painel II
    Moderador: Pe. Antonio Spadaro S.J. Tem 45 anos, é jesuíta, teólogo, escritor e diretor da revista La Civiltà Cattolica. Em seu site pessoal ele conta mais sobre sua formação e atividade: Licenciado em filosofía e Diplomado em Ciências Sociais, Doutor em investigação teológica pela Pontifíecia Universidade Gregoriana, e outros estudos intermediários. É preciso destacar a qualidade monstruosa do blog que ele administra: Cyberteologia.it.
    Twitter: @antoniospadaro 

      Participarão desse painel: 

    1. Pe. Federico Lombardi S.J.: 69 anos. . Jesuíta. Depois de licenciar-se em Matemáticas, cursou teologia na Alemanha. Foi colaborador da revista La Civiltà Cattolica e foi provincial da Itália. Em 1990 foi nomeado diretor da Rádio Vaticana e desde 2001 é diretor do CTV (Centro Televisivo Vaticano). Em 2006 o Papa Bento XVI o nomeou diretor da sala de imprensa da Santa Sé.
    2. Pe. Lucio Adrián Ruiz: Sacerdote argentino. Coordenador do grupo de técnicos da RIIAL (Red Informática de la Iglesia Latinoamericana). Atual diretor do serviço de Internet do Vaticano.
    3. Thaddeus Jones: Trabalha no PCSS.
    4. Eva Janosikova: Eslovaca. Estuda na Pontifícia Universidade da Santa Cruz (Roma), na universidade católica de Ruzomberok, International Community Manager do Departamento de Comunicação da Jornada Mundial da Juventude. Trabalhou como jornalista para a conferência episcopal da Eslováquia.
    5. Marco Sanavio:
    6. Sacerdote da diocese de Pádua. Desde 1999 é diretor do serviço de informática dessa mesma diocese. Aqui um interessante vídeo do serviço de e-learning religioso que ele desenvolveu. Colaborou com a conferência episcopal italiana para criar o site www.giovani.org e dirigiu projetos multimídia na Associação de Webmasters Católicos da Itália. Escreve no blog da revista Famiglia Cristiana.

  • 19:15 – Encerramento
    Para encerrar o Encontro, sua Excelência, o Arcebispo Claudio Maria Celli, presidente do Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais. Ele tem 70 anos e estudou na Academia Pontifícia Eclesiástica (responsável por formar os diplomatas do Vaticano). É doutor em teologia e direito canônico e foi consagrado bispo no dia 6 de janeiro de 1996. É especialista em relações internacionais. Já trabalhou como Núncio Apostólico em vários países. Desde junho de 2007 é o Presidente do PCCS e da Filmoteca Vaticana. Desde maio de 2009 é o Presidente do Conselho Administrativo do CTV (Centro Televisivo Vaticano).

  • Pesquisa



    Veja Também

    Videos