Franciscanas do Coração de Maria

Congregação tem como fundadores: Madre Cecília do Coração de Maria e Frei Luiz Maria de São Tiago, que realizaram em suas vidas o projeto de Deus para com eles.

Madre Cecília do Coração de Maria

Frei Luiz Maria de São Tiago

As Irmãs Terceiras, confiantes no Coração de Maria, enfrentando as dificuldades próprias do início de qualquer obra, tudo fizeram pra que se tornasse realidade o “Asilo Coração de Maria” – hoje “Lar Escola Coração de Maria Nossa Mãe”.
Na bênção de inauguração, aos 02 de fevereiro de 1898, Frei Luiz assim se expressou, intuindo o Carisma da Congregação: “Daqui em diante, em Piracicaba, as meninas pobres, órfãs e desvalidas não chorarão mais a lágrima da orfandade, porque o Coração de Maria nossa Mãe oferece auxílio e agasalho maternais”.
Da inspiração de Irmã Cecília e da profecia de Frei Luiz, a 30 de setembro de 1900, contando com 7 Irmãs, nasceu em Piracicaba a “Congregação das Irmãs Franciscanas do Coração de Maria”.
Aberta aos apelos do Espírito de Deus, e sensível aos pobres e sofredores, enfrentando não poucos obstáculos, gradativamente a Congregação foi se expandindo. Foram abertas outras casas, para se dedicar no cuidado: da criança, do jovem, da família, do doente, do idoso.

FUNDAÇÃO
As Irmãs Terceiras, confiantes no Coração de Maria, enfrentando as dificuldades próprias do início de qualquer obra, tudo fizeram pra que se tornasse realidade o “Asilo Coração de Maria” – hoje “Lar Escola Coração de Maria Nossa Mãe”.
Na bênção de inauguração, aos 02 de fevereiro de 1898, Frei Luiz assim se expressou, intuindo o Carisma da Congregação: “Daqui em diante, em Piracicaba, as meninas pobres, órfãs e desvalidas não chorarão mais a lágrima da orfandade, porque o Coração de Maria nossa Mãe oferece auxílio e agasalho maternais”.
Da inspiração de Irmã Cecília e da profecia de Frei Luiz, a 30 de setembro de 1900, contando com 7 Irmãs, nasceu em Piracicaba a “Congregação das Irmãs Franciscanas do Coração de Maria”.
Aberta aos apelos do Espírito de Deus, e sensível aos pobres e sofredores, enfrentando não poucos obstáculos, gradativamente a Congregação foi se expandindo. Foram abertas outras casas, para se dedicar no cuidado: da criança, do jovem, da família, do doente, do idoso.