Catedral Metropolitana – Paróquia Nossa Senhora da Conceição


Criada em 14 de julho de 1774
Pároco: Monsenhor Rafael Capelato

Vigário Paroquial: Padre Jorge José da Silva
Vigário Paroquial: Padre Nilo Cavalcante de Oliveira Júnior
Vigário Paroquial: Padre Jamil Cury Sawaya

Praça José Bonifácio, s/n - Centro
Caixa Postal - 117
13010-190
- Campinas, SP

(19) 3231.2085 e 3236.5574 - Fax 3231.2085

igreja@catedralcampinas.com.br


http://www.catedralcampinas.com.br
Segunda a sexta-feira, às 07h00, 12h15 e às 18h15
Sábado, às 07h00, 12h15 e às 18h30
Domingo, às 07h30, 09h30, 11h30, 17h00 e às 19h00
Atendimento da Secretaria:
Segunda a quarta-feira, das 07h00 às 19h00
Quinta-feira, das 07h00 às 14h00 e das 16h00 às 19h00
Sexta a domingo, das 07h00 às 19h00

Atendimento do Padre:
Segunda, terça, quarta e sexta-feira, das 09h00 às 11h00 e das 14h00 às 17h00
Quinta e sábado, das 09h00 às 11h00

CLIQUE AQUI E FAÇA UM VISITA VIRTUAL A CATEDRAL DE CAMPINAS

A história da Catedral Metropolitana, em essência, reflete a trajetória da consolidação do município de Campinas, nascida de uma antiga parada de bandeirantes no caminho dos Goiazes, rota que conduzia ao sertão de Goiás. A religiosidade católica dos primeiros habitantes da região motivou o governo diocesano de São Paulo iniciar o atendimento pastoral. A 14 de julho de 1774 com a celebração da 1ª missa foi criada a Freguesia de Nossa Senhora da Conceição das Campinas de Mato Grosso. Tendo como matriz uma pequena capela de sapé, é instalada a paróquia da Nossa Senhora da Conceição de Campinas que lá ficou até a conclusão da Matriz Velha em 1781.

A paróquia teve novo endereço, a igreja do Rosário, até o término da obras da Matriz Nova em 08 de dezembro de 1883, quando foi definitivamente transferida para o novo templo construído especialmente para abrigá-la, hoje a Catedral Metropolitana de Campinas.

Sua Matriz assistiu a implantação da Diocese em 1908, da Arquidiocese em 1958, tem em sua Cripta sepultados os seis bispos que atuaram na diocese de Campinas e acolhe hoje mais de 3.000 fiéis que se dirigem a ela diariamente.

Além das três missas diárias, a paróquia possui as seguintes pastorais: batismo, catequese, adolescentes, juventude, litúrgica, saúde, exéquias, dízimo e noivos. Três entidades voltadas para a promoção social: Vicentinos (três conferências), Associação do Pão dos Pobres de Santo Antônio e Casa Maria de Nazaré(com cinco unidades). Atividades do Grupo de Oração, Grupo da Terceira Idade e Escuta Cristã. A Irmandade do Santíssimo Sacramento, três corais: Sé, Pie Pellicane e Nossa Senhora Aparecida, além do Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Campinas e o Museu da Irmandade do Santíssimo Sacramento sendo todas as atividades seguindo a proposta do Sexto Plano de Pastoral Orgânica da Arquidiocese de Campinas.