Monsenhor Favorino Carlos Marrone †

Monsenhor Favorino Carlos Marrone †
Falecido em 23/08/2009

Data de Nascimento: 04/05/1917

Monsenhor Favorino Carlos Marrone nasceu em Campinas, no dia 04 de maio de 1917, filho de Camilo Marrone, o mais popular e querido barbeiro de Campinas, e de Filomena Vivo Marrone. A família morava na Rua Luzitana, 89, hoje centro da cidade. Fez os seus estudos primários na Escola Paroquial de Santa Cruz, nos anos de 1925 e 1926, sendo coroinha de Dom Idílio José Soares (que foi Bispo de Petrolina e de Santos), então Cônego, que o enviou para o Seminário Diocesano de Campinas, onde estudou no período de 1927 a 1932. Cursou Filosofia e Teologia no Seminário Central da Imaculada Conceição do Ipiranga, de 1933 a 1939.

Foi ordenado Presbítero na Catedral de Campinas, por Dom Francisco de Campos Barreto, no dia 03 de dezembro de 1939, juntamente com os Padres João Baptista Germano Prado, Antonio Mariano Camargo, Hilario Ferraz Coelho, Paulo Edson Pellice Licio e Eufrosino Tomaz.

No dia 21 de dezembro de 1939 foi nomeado Vice-Pároco Coadjutor da Paróquia São João Batista, em Capivari; em 23 de janeiro de 1941 como Vice-Pároco Coadjutor na Paróquia Nossa Senhora do Amparo, em Amparo; no dia 30 de dezembro de 1942, para o Seminário Diocesano, onde exerceu os cargos de Professor e Ministro de Disciplina; neste mesmo dia foi nomeado Capelão do Patronato São Francisco de Campinas; foi, ainda, Diretor da Ordem Terceira de São Francisco e da Pia União das Filhas de Maria do Patronato São Francisco, em Campinas, de 1943 a 1947. Fez o curso “Por um Mundo Melhor” em Rocca di Papa, Roma com o Padre Lombardi em 1963. Foi escolhido para a vaga de Cônego Honorário do Cabido Metropolitano de Campinas, deixada pela morte do Cônego Orestes Ladeira, em 23 de outubro de 1959, e Cônego Catedrático do Cabido Metropolitano em 1963.

Em 30 de janeiro de 1948 Dom Paulo de Tarso Campos assinou portaria nomeando o Padre Favorino Carlos Marrone como Pároco Amovível da Rocinha, atualmente Vinhedo, onde tomou posse no dia 1º de fevereiro. Foi na cidade de Vinhedo que Monsenhor Favorino dedicou 61 anos de sua vida, fazendo parte da história da cidade. Participou do processo de emancipação de Vinhedo, ajudou a construir a Santa Casa, o Lar da Caridade, a Capela do Cemitério, entre outros. Sua grande obra foi a construção da Matriz de Sant´Ana, com grande empenho e determinação.

Para Monsenhor Favorino, uma de suas maiores emoções foi o encontro com o Papa João Paulo II, em 1989, quando recebeu o título de Monsenhor.

No dia 18 de dezembro de 1992, Dom Gilberto Pereira Lopes nomeou o Padre João Aparecido Passadori para a Paróquia Sant´Ana e o Monsenhor Favorino tornou-se presbítero emérito da Arquidiocese de Campinas, continuando a residir em Vinhedo e a exercer o seu ministério sacerdotal no atendimento ao povo e na celebração da Eucaristia.

Nos 92 anos de vida teve sua vida intimamente ligada à história do município de Vinhedo, onde trabalhou por mais de 60 anos. Em demonstração de gratidão e carinho, o povo de Vinhedo lotou a Matriz de Sant´Ana na despedida ao Monsenhor na Missa de Corpo Presente presidida por Dom Bruno Gamberini, em 23 de agosto de 2009. Após a Missa, o corpo foi levado em cortejo por um caminhão do Corpo de Bombeiros até o Cemitério Municipal de Vinhedo, onde foi sepultado diante de uma multidão emocionada.