Padre Pio Luis Fernando Angelotti Junior †

Padre Pio Luis Fernando Angelotti Junior †
Falecido em 15/01/2011

Data de Nascimento: 10/04/1981

Na cidade de São Carlos, SP, no dia 22 de novembro de 1980, às 18h, na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, uniam-se em matrimônio Luis Fernando Angelotti e Dirce Brito Angelotti. Por meio desta aliança de amor nasceram nesta mesma cidade três lindos filhos, aonde realmente deu-se a base desta eterna família, o recanto do amor. No dia 10 de abril de 1981, às 17h30, nasce Luis Fernando Angelotti Junior, o primeiro filho desta família, logo em seguida seus irmãos, Daniel em  09 de março de 1982 e Everton em 27 de abril de 1985.

Toda a sua vida cristã deu-se na mesma Paróquia onde seus pais de casaram, foi batizado em 17 de maio de 1981, recebeu a eucaristia em 20 de novembro de 1994 e a crisma em 12 de novembro de 1995.

Completou o ensino fundamental na Escola Estadual Esterina Placco e o ensino médio na Escola Estadual Dr. Álvaro Guião, no mesmo período do ensino médio cursou a Escola Senai, aonde se formou no curso de elétrico-eletrônica.

Trabalhou na pastoral da catequese, sendo catequista de crianças e também na liturgia. No ano de 1996 começou a participar do Grupo de jovens da Renovação Carismática Católica e logo depois do Grupo de oração da Catedral de São Carlos. Embora desde toda a eternidade fora escolhido, percebeu neste período um chamado específico de Deus: Ser sacerdote do Amor.

Em 2000 ingressou no seminário do Instituto Missionário Servos de Javé Salvador, em São Paulo, cursou filosofia (2001-2002) e teologia (2003-2006) no Instituto de Filosofia e Ciências Religiosos São Boaventura, Diocese de Santo Amaro.

Realizou como seminarista trabalhos pastorais nas paróquias: Santa Luzia (2003), Nossa Senhora das Dores e Santa Cruz (2004), e São Joaquim e Santana (2005), Diocese de Santo Amaro.

No mês de janeiro de 2006 ingressou no Seminário da Imaculada-Teologia, na Arquidiocese de Campinas e realizou os trabalhos pastorais na Paróquia Nossa Senhora da Candelária em Indaiatuba.

Foi ordenando diácono na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em 28 de dezembro de 2006 e nomeado vigário paroquial da Paróquia Sant’Ana de Sumaré.

Seu amor a Jesus na Eucaristia, que é o centro de sua vida e a devoção ao Espírito Santo, trás a marca da Paz e Unção em todos os momentos e na vida de todos, também tem profundo amor a Virgem Maria, sob o título de Nossa Senhora Mãe do Amor Misericordioso, aos Santos Anjos e Arcanjos de modo especial ao Anjo da Guarda e o Arcanjo São Rafael e a todos os santos e santas.

Sempre teve um amor muito profundo a Santa Gema Pia Galgani e São Pio de Pietreltina, santos esses que deram origem ao seu piedoso e carinhoso apelido “Pio”, Diácono Pio e logo Padre Pio, como assim gosta de ser chamado por todos.

Foi ordenado sacerdote do amor no dia 17 de junho de 2007, às 16h, na Paróquia Santa Rita de Cássia, pela oração consecratória e imposição das mãos de Dom Bruno Gamberini, Arcebispo Metropolitano de Campinas.

Celebrou as primeias missas: na Paróquia Nossa Senhora do Carmo em São Carlos, na Paróquia Sant’Ana em Sumaré e na Paróquia Nossa Senhora da Candelária em Indaiatuba.

Seu Lema escolhido foi: “Amei-te com amor eterno, por isso a ti estendi os meus favores” (Jr 31, 3), as promessas de Deus são profundas e eternas, pois ele nos ama com amor eterno e estende a nós os seus favores, mesmo sem nossos merecimentos próprios, pois seu amor é gratuito e incondicional, por isso nos chama a sermos servos do amor misericordioso.

No período de 29 de junho de 2007 à 06/10/2008 foi vigário paroquial da Paróquia N. Sra. Aparecida, do Jardim Denadai,  em Sumaré.  Nesse período colaborou com os trabalhos pastorais na paróquia e criando, a pedido do Arcebispo de Campinas, Dom Bruno Gamberini, o  setor Santa Bárbara. Cuidando dos trabalhos administrativos e pastorais, daquela que se tornaria a Paróquia Santa Bárbara, onde foi empossado como Administrador Paroquial  e, em  04 de dezembro de 2010, foi nomeado pároco. Foi também Assessor Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica (RCC).

Faleceu repentinamente em 15 de janeiro de 2011, aos 29 anos de idade e pouco mais de três anos de sacerdócio.