Dom Rui Serra †

Dom Rui Serra †
Bispo de São Carlos, SP

Ordenação Episcopal : 01/05/1948
Data de Nascimento: 23/03/1900
Ordenação Presbiteral: 09/12/1923

Nascido no dia 23 de março de 1900, no distrito de Joaquim Egídio, em Campinas, era o quarto de cinco filhos, dos quais dois foram ordenados sacerdotes, duas freiras e um foi seminarista. Foram seus pais Joaquim de Campos Serra e Delfina Olinto Serra. As primeiras séries dos antigos Grupo e Ginásio as realizou em sua casa sob a atenção de sua mãe, que era professora, na fazenda onde moravam. Deu continuidade a seus estudos no Ateneu Jauense. Já no exterior fez o curso de Filosofia em West Depere Wiscousin, Estados Unidos, e dois anos de Teologia na Abadia de Averbode, na Bélgica. De retorno ao Brasil cursou durante dois anos o Seminário de Botucatu.

Foi ordenado Presbítero no dia 09 de dezembro de 1923, por Dom José Marcondes Homem de Mello, em São Carlos, SP. Dedicou-se ao Ginásio Diocesano onde foi professor e Vice-Diretor do Ginásio Diocesano (1924-1925), Vigário Cooperador de Jaú (1926-1927), Pároco da Catedral de São Carlos (1928-1929) e Diretor do Ginásio Diocesano (1930-1948).

Com 32 anos de idade, o então Monsenhor Ruy Serra foi nomeado Vigário Geral da Diocese de São Carlos (1933-1945). Com o falecimento de Dom Gastão Liberal Pinto, foi eleito pelos consultores da Diocese de São Carlos como Vigário Capitular (1945-1948) durante a “Sede Vacante”, em São Carlos.

No período em que atuou como Vigário Capitular, Monsenhor Ruy Serra autorizou os Bispos de outras Dioceses à ordenação de Presbíteros entre os seminaristas. Alguns deles foram: o Cônego Armando Antonio Salgado, ordenado por Dom Manoel D’Elboux, em 1945, Monsenhor Nelson Antonio Romão e Monsenhor José Maria Fructuoso Braga, ambos ordenados pelo Cardeal Motta, em 1946.

Dom Ruy Serra foi nomeado 3º Bispo Diocesano de São Carlos no dia 21 de fevereiro de 1948, pelo Papa Pio XII e recebeu Ordenação Episcopal no dia 01 de maio de 1948, por Dom Paulo de Tarso Campos, então Bispo Diocesano de Campinas e pelos Bispos Consagrantes, Dom José Carlos de Aguirre, Bispo de Sorocaba, e Dom Manoel D’Elboux, Bispo de Ribeirão Preto. Tomou posse da Diocese em 16 de maio de 1948.

Como Bispo de São Carlos construiu a atual Catedral da cidade no mesmo lugar da antiga Matriz de São Carlos. Participou do Concílio Vaticano II. Em 20 de junho de 1971 entregou o Governo Diocesano a Dom Constantino Amstalden, então Bispo Administrador Apostólico.

Faleceu em São Carlos, no dia 18 de setembro de 1986, tendo sido sepultado na cripta da Catedral.